O Que Faz Um Professor Quando, Na Escola, Ensina?

Uma Discussão De Certas Imagens Abstratas Da Relação Pedagógica

  • Eder Marques Loiola
Palabras clave: abstracionismo pedagógico – metodologias de ensino – práticas escolares – terapia filosófica – Wittgenstein

Resumen

No trabalho ora proposto pretendemos discutir, a partir da obra de Azanha e da terapia filosófica de inspiração wittgensteiniana, exemplares de descrições abstratas da relação pedagógica. Segundo essas descrições, as práticas de ensino – um certo “saber como”, um saber fazer – dependem sempre do conhecimento razoável das condições psicológicas de aprendizagem – um “saber que”, um saber na forma proposicional. Argumentamos que, ao pressupor que toda prática de ensino escolar deve se fundamentar num saber teórico sobre o ensino, ou que toda aprendizagem corresponde à ativação de uma engenharia mental qualquer, essas descrições abstratas incorrem na condenação açodada de práticas escolares isentas da chancela de um discutível saber especializado sobre as supostas fontes ocultas e interiores da relação pedagógica.

Publicado
2019-12-29